Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/2368
metadata.dc.type: Tese
Title: Metodologia de criação de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) e seu controle em cultivos protegidos
Other Titles: Mass rearing of Bemisia tabaci (Gennadius) biotype B (Hemiptera: Aleyrodidae) and its control in protected crops
metadata.dc.creator: Barbosa, Vinicius de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Degrande, Paulo Eduardo
metadata.dc.contributor.referee1: Souza, Ellen Patrícia de
metadata.dc.contributor.referee2: Horas, Vanusa Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee3: Pereira, Fabricio Fagundes
metadata.dc.contributor.referee4: Fernandes, Marcos Gino
metadata.dc.description.resumo: O método de cultivo em estufas, ou cultivo protegido, tem aumentado em virtude da boa produtividade em épocas de menor oferta de produto, melhor controle das condições adversas, consequentemente, melhores preços no mercado. A mosca-branca Bemisia tabaci MEAM1 é uma das principais pragas presentes nesse tipo de cultivo, exigindo para seu controle um conhecimento aprofundado sobre sua bioecologia, bem como, seu manejo. Considerando a importância de experimentos com B. tabaci MEAM1, objetivou-se definir uma metodologia de criação para B. tabaci MEAM1, avaliar o efeito inseticida de produtos com origem botânica nos seus inimigos naturais e avaliar o efeito de duas iscas na atratividade e permanência dos inimigos naturais de mosca-branca. A pesquisa foi conduzida no Laboratório de Entomologia Aplicada, pertencente a Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados/MS, sendo dividida em quatro capítulos. No capítulo I foi apresentado o estado da arte atual dos pontos estudados. No capítulo II os experimentos realizados evidenciaram couve-de-folhas e soja, seguidos de pepino e berinjela como hospedeiros adequados para criação massal de mosca-branca, contudo a tabela de vida de fertilidade apontou a couve-de-folhas como o melhor hospedeiro de acordo com os parâmetros estimados para RO = 252,20; T = 27,45; TD = 3,50; Rn = 0,198 e h = 1,219. As análises de correlações na criação massal revelou correlações plausíveis de ninfas de B. tabaci com um coccinelídeo predador do gênero Delphastus, bem como parasitoides do gênero Encarsia. Desse modo, há técnica e domínio metodológico para criar massalmente a mosca-branca B. tabaci MEAM1; D. argentinicus e Encarsia spp. estão fortemente correlacionados com a população de imaturos de B. tabaci MEAM1 e demandam controle. No capítulo III determinou-se quais produtos são efetivos no controle de B. tabaci MEAM1 em seu estádio ninfal e quais são seletivos aos inimigos naturais. Após 24h, o produto Benevia® apresentou a maior mortalidade de ninfas registada (100%), seguido de óleo de mamona (57,3%), óleo de eucalipto (56,3%), óleo de alho (45,6%) e Oberon (40,6%). Com 48h apenas Orobor® e a testemunha apresentavam as menores taxas de mortalidade. Ao avaliar a seletividade aos inimigos naturais, Benevia® foi considerado nocivo ao predador D. argentinicus (85% de mortalidade) e ao parasitoide E. inaron (98% de mortalidade); óleo de eucalipto foi considerado inofensivo ao predador (10% de mortalidade) e e ligeiramente prejudicial ao parasitoide (26% de mortalidade) e Orobor® foi considerado inofensivo para ambos. Com isso, Benevia®, óleo de mamona, óleo de eucalipto, óleo de alho, Oberon e Orobor® podem ser utilizados para o controle de ninfas de terceiro e quarto ínstares mosca-branca, sendo o óleo de eucalipto e Orobor® podem ser utilziados em conjunto com o predador e o parasitoide de mosca-branca em cultivo protegido. No capítulo IV foi avaliado o efeito de atrativos alimentares e olfativos nos inimigos naturais de B. tabaci MEAM1. Não foram observadas diferenças significativas nas taxas de parasitismo entre o controle e as plantas com aplicação de óleo de jasmim, entretanto foi constatada menor taxa de parasitismo quando utilizado mel+levedo como atrativo. A aplicação de óleo de jasmim proporcionou a frequência constante dos parasitoides nas plantas.
Abstract: The method of greenhouse cultivation, or protected cultivation, has been increasing due to good research in times of lower product supply, better control of adverse conditions and, consequently, better prices in the market. The whitefly Bemisia tabaci MEAM1 is one of the main pests present in this type of cultivation, requiring for its control a deep knowledge about its bioecology, as well as its management. Considering the importance of experiments with B. tabaci MEAM1, the aim was to define a mass rearing methodology for B. tabaci MEAM1, to evaluate the insecticide effect of botanical products on their natural enemies and to evaluate the effect of two baits on the attractiveness and permanence of natural enemy’s species of the whitefly. The research was conducted at the Laboratório de Entomologia Aplicada, belonging to the Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados/MS, being divided into four chapters. Chapter I presented the state of the art of the studied points. In Chapter II, the experiments showed leafy cabbage and soybean, followed by cucumber and eggplant as suitable hosts for whitefly mass rearing, however the fertility life table indicated leafy cabbage as the best host according to the estimated parameters for RO = 252.20; T = 27.45; TD = 3.50; Rm = 0.198 and λ = 1.219. Correlation analyzes on mass rearing revealed plausible correlations of B. tabaci nymphs with a predatory coccinellid of the genus Delphastus, as well as parasitoids of the genus Encarsia. Thus, there are technique and methodological domain to massively create the whitefly B. tabaci MEAM1; D. argentinicus and Encarsia spp. are strongly correlated with the immature population of B. tabaci MEAM1 and require control. In Chapter III it was determined which products are effective in controlling B. tabaci MEAM1 in its nymphal stage and which are selective to natural enemies. After 24h, Benevia® had the highest nymph mortality recorded (100%), followed by castor oil (57.3%), eucalyptus oil (56.3%), garlic oil (45.6%) and Oberon (40.6%). At 48h only Orobor® and the control have the lowest mortality rates. In assessing selectivity to natural enemies, Benevia® was considered harmful to the predator D. argentinicus (85% mortality) and the parasitoid E. inaron (98% mortality); Eucalyptus oil was considered harmless to the predator (10% mortality) and slightly harmful to the parasitoid (26% mortality), while Orobor® was considered harmless to both. Thus, Benevia®, castor oil, eucalyptus oil, garlic oil, Oberon and Orobor® can be used to the control of third and fourth instar nymphs, and eucalyptus oil and Orobor®. may be used in conjunction with the predator and whitefly parasitoid in protected cultivation. In Chapter IV the effect of food and olfactory attractants on B. tabaci MEAM1 natural enemies was evaluated. No significant differences in parasitism rates were observed between the control and jasmine oil plants, however a lower parasitism rate was observed when honey + yeast was used as attractive. The application of jasmine oil provided the constant frequency of parasitoids in plants.
Keywords: Bemisia tabaci
Sistema de cultivo
Cropping systems
Preferências de hospedeiros
Host preferences
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais
metadata.dc.publisher.program: Programa de pós-graduação em Entomologia e Conservação da Biodiversidade
Citation: BARBOSA, V. O. Metodologia de criação de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) e seu controle em cultivos protegidos. 2019. Tese (Doutorado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade) – Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2019.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/2368
Issue Date: 3-Dec-2019
Appears in Collections:Doutorado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ViniciusdeOliveiraBarbosa.pdf3,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.