Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/701
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Técnica de restauração ecológica aplicada à área de preservação permanente no sul do Mato Grosso do Sul
Other Titles: Ecological restoration technique applied to the permanent preservation area in the south of Mato Grosso do Sul
metadata.dc.creator: Fróes, Caroline Quinhones
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Zefa Valdivina
metadata.dc.contributor.referee1: Garcia, Leticia Couto
metadata.dc.contributor.referee2: Padovan, Milton Parron
metadata.dc.description.resumo: Ao longo dos anos, a pecuária, as culturas agrícolas e demais atividades antrópicas exerceram forte pressão ao meio ambiente, se estabelecendo de forma inadequada e desrespeitando áreas que legalmente eram para ser protegidas, como as áreas de preservação permanente. Por esta razão, a cobertura florestal do Mato Grosso do Sul tem sido alvo de degradação, implicando na fragmentação de habitats e afetando diretamente no fornecimento dos serviços ecossistêmicos. Em vista do atual quadro, torna-se necessária a restauração dessas áreas, aplicando técnicas de restauração ecológica, visando o resgate dos processos ecológicos. O objetivo do capítulo foi avaliar o desenvolvimento e a sobrevivência de espécies arbóreas de diferentes estágios sucessionais sob diferentes condições a campo e verificar sua viabilidade mensurando o custo da técnica aplicada. O plantio foi realizado na área de preservação permanente da Fazenda Experimental da UFGD-MS, em linhas de preenchimento e diversidade, com 12 espécies diferentes, em 3 tratamentos: Controle, Hidrogel, e Irrigação por gotejamento, com 8 repetições por espécie em cada tratamento, constituindo-se em um delineamento inteiramente casualizado (DIC) no esquema fatorial 3x9 com parcelas subdivididas no tempo. As espécies utilizadas para a linha preenchimento 1 foram: Peltophorum dubium (Spreng.) Taub., Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong, Pterogyne nitens Tul. e Guazuma ulmifolia Lam., para a linha diversidade foram: Eugenia uniflora L., Myracrodruon urundeuva Allemão, Eugenia pyriformis Cambess. e Calophyllum brasiliense Cambess., para a linha preenchimento 2 as espécies foram Tabernaemontana fuchsiifolia (A.DC.), Phytolacca dioica L., Schinus terebinthifolius Raddi e Amburana cearensis A. C. Smith. A sobrevivência, cobertura de copa e incremento médio da altura e diâmetro foram avaliados aos 365 dias. A altura e o diâmetro foram aferidos a 0, 45, 90, 135, 180, 225, 270, 315 e 365 dias. Foi realizada a análise de variância (ANOVA) e o contraste de médias entre os diferentes tratamentos pelo teste de Tukey (p<0,05). O levantamento de custos foi mensurado considerando os gastos obtidos com materiais, mão-de-obra e manutenção. Conforme consta no capítulo 1, quanto a sobrevivência algumas espécies foram favorecidas com o gotejamento, e outras foram prejudicadas com a utilização do hidrogel. Quanto ao incremento médio da altura e diâmetro total, as únicas espécies que obtiveram resultados significativos após um ano foram G. ulmifolia, P. nitens, favorecidas pelo hidrogel, e E. pyriformis e S. Terebinthifolius, prejudicadas por ele. Para a altura média, a única espécie em que é possível afirmar que o gotejamento favoreceu o desenvolvimento é S. Terebinthifolius. De modo geral para todos os parâmetros avaliados, P. dubium, G. ulmifolia, E. contortisiliquum, S. terebinthifolius, E. uniflora, E. pyriformis e M. urundeuva obtiveram bons resultados independente da técnica aplicada. Portanto, tendo em vista o alto custo do gotejamento, o tratamento controle possui o melhor custo-benefício, principalmente quando se considera a implantação desse tipo de técnica em grande escala.
Abstract: Over the years, cattle raising, cultural farming, and other human activities exerted strong pressure on the environment, establishing inappropriately and disregarding the areas legally protected, as areas of permanent preservation. For this reason, forests on state of Mato Grosso do Sul are subject of degradation, what without a doubt results in the fragmentation of habitats and affects directly in provision of ecosystem services. Aiming at the rescue and restore of ecological processes became necessary applying ecological restoration techniques in these areas. The purpose of the Chapter is to evaluate the development and survival of tree species in different successional stages under different conditions and check its viability measured up the cost in the applied technique. The planting was done in the permanent preservation area of the Experimental Farm UFGD-MS, out under lines fill and diversity, with twelve different species, in three treatments: Control, Hydrogel, and Drip irrigation, with 8 repetitions per species in each treatment, being in a completely randomized design (CRD) in 3x9 factorial with split plot. The species used to line fill 1 were Peltophorumdubium (Spreng.) Taub, Enterolobium contortisiliquum (Vell.)Morong, Pterogyne nitens Tul. And Guazuma ulmifolia Lam, for diversity line were: Eugenia uniflora L., Myracrodruon urundeuva Allemão, Eugenia pyriformis Cambess. And Calophyllum brasiliense Cambess., to the fill line 2 species were Tabernaemontana fuchsiifolia (A.DC.), Phytolacca dioica L., Schinus terebinthifolius Raddi and Amburana cearensis AC Smith. Survival, crown cover and average increase in height and diameter were evaluated at 365 days. The height and diameter were measured at 0, 45, 90, 135, 180, 225, 270, 315 and 365 days. We analyzed the variance (ANOVA) and the average contrast between the different treatments by Tukey test (p <0.05). Expenses with materials, labor, and maintenance work, is measure considering the obtained cost. As stated in Chapter 1, the survival some species were favored with the drip, and others were harmed by the use of the hydrogel. The only species to obtain significant results after one year as the average increase are G. ulmifolia, P. nitens, favored by the hydrogel, and E. pyriformis and S. terebinthifolius, affected by it. For the average height, the only species in which it is clear that the drip favored the development is S. terebinthifolius. In general for all parameters, P. dubium, G. ulmifolia, E. contortisiliquum, S. terebinthifolius, E. uniflora, E. pyriformis and M. urundeuva achieved good results regardless of the applied technique. Therefore, in view of the high cost drip, treatment control has the best value for money, especially when considering the implementation of this type of technique on a large scale.
Keywords: Produção de plântulas
Seedling production
Irrigação gota-a-gota
Trickle irrigation
Preservação ambiental
Environmental protection
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais
metadata.dc.publisher.program: Programa de pós-graduação em Biologia Geral/Bioprospecção
Citation: FRÓES, Caroline Quinhones. Técnica de restauração ecológica aplicada à área de preservação permanente no sul do Mato Grosso do Sul. 2015. 70 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Geral/Bioprospecção) – Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/701
Issue Date: 26-Feb-2015
Appears in Collections:Mestrado em Biologia Geral/Bioprospecção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CarolineQuinhonesFroes.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.