Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1845
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Especialização
Title: Medicalização da educação: mapeando a produção acadêmica
metadata.dc.creator: Mussoline, Isabel Cristina Jeronymo
metadata.dc.contributor.advisor1: Souza, Warley Carlos de
metadata.dc.description.resumo: Este artigo teve como objetivo traçar um mapeamento das teses e dissertações produzidas nos programas de pós-graduação das universidades brasileiras sobre o tema “medicalização da educação” e, a partir disso, discutir os principais conceitos que embasaram as análises do tema nos trabalhos levantados. A pesquisa foi realizada na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações – BDTD e o levantamento localizou onze trabalhos, sendo uma tese e dez dissertações. Os primeiros trabalhos localizados com as palavras “medicalização” e “educação” no título e resumo foram do ano de 2008. Os trabalhos, compreendidos no período de 2008 a 2013, foram brevemente descritos, buscando evidenciar os referenciais teórico-metodológicos, os tipos de pesquisas realizadas e os principais conceitos utilizados nas análises do processo de “medicalização da educação”. As pesquisas de levantamento da produção acadêmica têm sido muito valorizadas nos últimos anos como uma ferramenta para se conhecer o que já foi produzido sobre determinado tema e, a partir disso, buscar o que ainda demanda pesquisas. Para compreender o processo de “medicalização da educação”, que pode ser entendido como uma redução biologicista de problemas complexos de aprendizagem, que envolvem fatores culturais, políticos, econômicos e outros, os autores dos trabalhos levantados utilizaram, predominantemente, conceitos do filósofo Michel Foucault, como “poder disciplinar”, “biopoder” e “biopolítica”. Os trabalhos concentraram-se na região sudeste e prevaleceram nas universidades UNICAMP e USP. Em termos de áreas do conhecimento, este levantamento constatou que o tema vem sendo trabalhado, a partir de 2008, predominantemente nas áreas das Ciências Médicas e Psicologia. Diante disso, conclui-se que, apesar dos trabalhos apresentarem diferentes nuances em suas análises da “medicalização da educação”, todos apresentaram uma postura de enfrentamento crítico deste processo em curso na atualidade. Destaca-se ainda a necessidade de mais estudos sobre o tema na área da Educação.
Abstract: This article aims to outline a mapping of theses and dissertations produced in graduate programs in Brazilian universities on "medicalization of education" and, as appropriate, discuss the main concepts that supported the analysis of the issue raised in the work. The survey was conducted in the Brazilian Digital Library of Theses and Dissertations - BDTD survey and located eleven pieces, with a thesis and ten dissertations. The first works located with the words "medicalization" and "education" in the title and abstract were in 2008. The works comprised in the period 2008-2013, were described briefly in order to enhance the theoretical and methodological frameworks, types of research conducted and the main concepts used in the analysis of the "medicalization of education" process. The survey research of academic production have been highly valued in recent years as a tool to know what has been produced on a given topic and, from there, seeking what still requires research. To understand the process of "medicalization of education", which can be understood as a reduction of complexes biologicist learning problems involving cultural, political, economic and other factors, the authors of the papers surveyed used predominantly concepts of the philosopher Michel Foucault as "disciplinary power", "biopower" and "biopolitics". The work concentrated in the Southeast and prevailed in universities UNICAMP and USP. In terms of areas of knowledge, this survey found that the issue is being worked on, from 2008, predominantly in the areas of Medical Sciences and Psychology. Therefore, it is concluded that, despite the studies present different nuances in their analysis of the "medicalization of education", all showed an attitude of critical confrontation of this ongoing process today. Another highlight is the need for more studies on the topic in the area of Education.
Keywords: Estado da arte
State of the Art
Medicalização da educação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Educação
Citation: MUSSOLINE, Isabel Cristina Jeronymo. Medicalização da educação: mapeando a produção acadêmica. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Formação de Profissionais na Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1845
Issue Date: 5-Feb-2014
Appears in Collections:Especialização em Formação de Profissionais da Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IsabelCristinaJerinymoMussoline.pdf210,46 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.