Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1883
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Residência
Title: Saúde indígena no centro-oeste brasileiro: geoindicadores do estado nutricional de crianças menores de 5 anos
Other Titles: Indigenous Health, of an Region of Brazil: Geoindicators of the Nutritional Status of Children Under 5 Years old
metadata.dc.creator: Ferreira, Camila Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: Luz, Verônica Gronau
metadata.dc.contributor.advisor2: Mota, Adeir Archanjo da
metadata.dc.contributor.referee1: Martins, Catia Paranhos
metadata.dc.contributor.referee2: Simonelli, Caio Gustavo
metadata.dc.description.resumo: A transição nutricional tem sido marcante na população indígena. O objetivo foi analisar os geoindicadores do Estado Nutricional de crianças indígenas menores de cinco anos do CentroOeste (CO) brasileiro no período de 2016. Este foi um estudo ecológico, utilizando o SISVAN Web com a população de todos os municípios da região, que possuíam área de povos indígenas, de acordo com o IBGE (2010), atendidas pela saúde indígena. Foram criados mapas para refletir a realidade encontrada. A maioria das crianças do CO está em área rural e em condição eutrofica, porém os valores de magreza estão muito acima do recomendado em todos os estados, sendo o pior, o estado de Mato-Grosso. O excesso de peso está muito próximo da porcentagem limítrofe e Goias se apresenta acima do máximo recomendado. O SISVAN ainda apresenta muita ausência e subnotificação e as crianças indígenas menores de 5 anos, atendidas pela saúde indígena permanecem em intensa transição nutricional.
Abstract: The nutritional transition has been marked in indigenous population. This is an ecological study, using SISVAN Web, with children under 5 years of age, in a indigenous are, according IBGE (2010), attended by indigenous health, of an region of Brazil. Maps were created to reflect the results. Most of the children in the CO live in rural areas and is in eutrophic condition, but the values of thinness in all states are well above the recommended level, the worst being the state of Mato Grosso. The Excess weight is very close to the border percentage and the state of Goias is above the recommended maximum. The SISVAN still presents a great deal of absence and underreporting, and indigenous children under 5 years old, attended by indigenous health care, remain in an intense nutritional transition.
Keywords: Povos indígenas - saúde
Indigenous peoples - health
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Hospital Universitário
Citation: FERREIRA, Camila Oliveira. Saúde indígena no centro-oeste brasileiro: geoindicadores do estado nutricional de crianças menores de 5 anos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Residência Multiprofissional em Saúde) – Hospital Universitário, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1883
Issue Date: 13-Nov-2017
Appears in Collections:Residência Multiprofissional em Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CamilaOlveiraFerreira.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.