Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1995
metadata.dc.type: Dissertação
Title: O Texto enquanto território/processo de territorialização na redefinição do pensar: uma contribuição a partir de mil platôs
metadata.dc.creator: Silva, Elias Coimbra da
metadata.dc.contributor.advisor1: Goettert, Jones Dari
metadata.dc.description.resumo: Este texto, cuja fundamentação teórica é marcada por filósofos críticos e controvertidos, tais como Foucault, Derrida, Adorno e, principalmente os franceses Deleuze e Guattari e, portanto, visa discutir, maisdo que afirmar as soluções que a ciência – da forma que ela se constitui – tem promulgado, pretende discutir o conceito de Território e o âmbito de suas articulações (ou virtualidades) “instrumentais”. Na tentativa de relativizar o conceito para mostrar-lhe os limites, fiz um percurso muito menos histórico que semiótico, onde associei autores e, conseqüentemente usos (do conceito em questão), até culminar na obra dos dois franceses supra citados: o amplo texto denominado “Mil Platôs”. Deste livro, ou melhor, conjunto de livros(e de Platôs), faço uso não só quanto a alguns conceitos-chave, como Agenciamento e Rizoma, mas também quanto ao próprio método erigido, para discorrer aqui (nesta dissertação), sobre minhas problemáticas. Sendo que o resultado, embora não seja virtuoso – sobretudo em termos de “produto” – se mostrou surpreendente, mesmo para mim, tendo constituído uma etapa crucial para a digestão do Complexo Teórico (de “Mil Platôs”), esboçando assim, perspectivas interessantes de futuras reflexões geográficas.
Abstract: This text, whose theoretical basis is marked by critical and controversial philosophers such as Foucault, Derrida, Adorno, and especially the French Deleuze and Guattari, and therefore want to discuss, rather than state solutions that science – the way it it is – has promulgated, will discuss the concept of territory and the scope of their pragmatic relationships (or capabilities). In an attempt to relativize the concept to show the limits of it, I took a route much more semiotic than historical, which I associated authors, and consequently uses (to the term in question), culminating in the work of two French cited above: “Thousand Plateaus”? This book, or rather series of books (and Plateaus), I not only use a few key concepts such as Agency and Rhizome, but the method itself erected to discuss here about my problems. As the result, although it is not virtuous – especially in terms of “product” – proved to be surprising, even to me, having been a crucial step for the digestion of conceptual complexity (from “Thousand Plateaus”), outlining well, interesting perspectives future geographical reflections.
Keywords: Territorialidade humana
Human territoriality
Geografia
Geography
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA URBANA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de pós-graduação em Geografia
Citation: SILVA, Elias Coimbra da. O Texto enquanto território/processo de territorialização na redefinição do pensar: uma contribuição a partir de mil platôs. 2010. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/1995
Issue Date: 2010
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EliasCoimbradaSilva.pdf28,79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.