Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/2616
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Estado nutricional, inflamação e comorbidades em mulheres candidatas à cirurgia bariátrica
metadata.dc.creator: Hellmann, Renata Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor1: Marin, Flávia Andréia
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A obesidade é definida pelo índice de massa corporal (IMC) igual ou maior que 30 kg/m² e favorece ao desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, responsáveis pela primeira causa de óbito no país. Objetivo: Relacionar a gravidade da obesidade com estado nutricional, inflamação e comorbidades em mulheres premenopausadas candidatas à cirurgia bariátrica. Métodos: Estudo transversal, que incluiu 60 mulheres com IMC entre 35 e 70kg/m2, candidatas à cirurgia bariátrica, com idade entre 20 e 45 anos e em menacme, e não diabéticas. As participantes foram divididas em dois grupos: grupo das obesas e grupo das superobesas. Foi realizada caracterização sócio demográfica e do estilo de vida, avaliação clínica, antropométrica e do consumo alimentar, e análises laboratoriais. Resultados: A maioria das pacientes apresentou alguma comorbidade, principalmente dislipidemias e hipertensão arterial. Observou-se maior frequência de hipertrigliceridemia nas superobesas e de hipercolesterolemia nas obesas. Os valores de creatinina, ácido úrico e proteína C reativaultra sensível foram maiores nas superobesas. Não houve diferença no consumo de macro e micronutrientes entre os grupos. Conclusão: A gravidade da obesidade foi relacionada com o aumento da inflamação, porém tanto em obesas como nas superobesas observou-se e alta prevalência de comorbidades e a presença da resistência insulínica.
Abstract: Introduction: Obesity is defined by a body mass index (BMI) equal to or greater than 30 kg / m² and favors the development of chronic non-communicable diseases, which are responsible for the country's first cause of death. Methods: A cross-sectional study included 60 women with BMI between 35 and 70.0 kg / m2, who were candidates for bariatric surgery between the ages of 20 and 45 years and menacing. Participants were divid ed into two groups: the obese group and the superobe group. Socio-demographic and lifestyle characterization, clinical evaluation, anthropometric and food consumption, laboratorial analyzes. Results:Most of the patients presented some comorbidity, mainly dyslipidemias and SAH. There was a higher frequency of hypertriglyceridemia in superobes and hypercholesterolemia in obese women. The values of creatinine, uric acid and C-reactive-ultra sensitive protein were higher in the superobe. There was no difference in macro and micronutrient consumption between groups. Conclusion: The severity of obesity was related to the increase in inflammation, but both obesity and superobesy showed insulin resistance and a high prevalence of comorbidities.
Keywords: Sobrepeso
Overweight
Estado nutricional
Nutritional status
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências da Saúde
Citation: HELLMANN, Renata Fernandes. Estado nutricional, inflamação e comorbidades em mulheres candidatas à cirurgia bariátrica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Nutrição) – Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2017.
metadata.dc.rights: Acesso Restrito
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/2616
Issue Date: 17-Aug-2017
Appears in Collections:Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RenataFernandesHellmann.pdf97,62 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.