Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/5165
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Das comissões de heteroidentificação às construções de identidades: uma análise sociológica da negritude (re)significada pelos alunos pardos dos cursos de Direito e Medicina da UFGD ingressantes pelo PSV e SiSU (2019-2021)
Other Titles: From committee of heteroidentification to constructions of identities: a sociological analysis of blackness (re)meant by brown students of UFGD's Law and Medicine courses entering through University Admission Exam (PSV/UFGD) and Unifield Selection System (SiSU/MEC) (2019-2021)
Das comissiones de heteroidentification às construcciones de identidades: un análisis sociológico de la negritud (re)significada por los estudiantes morenos de los cursos de Derecho y Medicina de la UFGD que entran por lo Examen de Admisión em la Universidade (PSV/UFGD) y el Sistema de Selección de Unificado (SiSU/MEC) (2019-2021)
metadata.dc.creator: Campos, Elizangela de Souza Bernardes
metadata.dc.contributor.advisor1: Aguiar, Marcio Mucedula
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, Maria de Lourdes dos
metadata.dc.contributor.referee2: Faisting, André Luiz
metadata.dc.description.resumo: Analisa-se o impacto dos procedimentos para validação da autodeclaração de negro/a (preto/a ou pardo/a), realizados pela Comissão Geral de Heteroidentificação da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), sobre a identidade étnico-racial dos alunos pardos ingressantes, nos cursos de Medicina e Direito, por meio de Processo Seletivo Vestibular (PSV/UFGD) e do Sistema de Seleção Unificada (SiSU/MEC), referentes ao período de 2019-2021. Buscou-se identificar a superação de desafios enfrentados pelos alunos negros-pardos para sua (re)significação enquanto pessoas negras diante da Comissão e a consequente descoberta da sua identidade negra. A metodologia adotada tem como base a revisão bibliográfica, no que se refere à construção da identidade étnico-racial a partir da teorização de Kabengele Munanga, Stuart Hall, Fantz Fanon, Homi Bhaha, Oracy nogueira e Neuza Santos Souza, bem como a reconstituição de pesquisas existentes sobre ações afirmativas para acesso à universidade. Quanto aos processos de ingressos normatizados na UFGD, foram realizadas análises de documentos institucionais e entrevistas com membros da Comissão Geral de Heteroidentificação e alunos dos dois cursos mencionados. Igualmente, foram analisados os desafios enfrentados pela referida Comissão para coibir fraudes nas vagas de recorte racial do PSV/UFGD e do SiSU/MEC, no recorte temporal mencionado, sem incorrer no risco da racialização. Os principais resultados encontrados demonstraram que os alunos negros-pardos dos cursos de Medicina e Direito são vítimas de preconceito racial, muito embora não tenham muito clara a consciência da sua identidade negra até o momento da validação da sua autodeclaração racial. Dentre as conclusões, destaca-se que um dos efeitos observados foi a congruência acerca do mecanismo de controle da ação afirmativa pela referida Comissão, como meio que favorece a redescoberta da identidade negra de negros-pardos, auxiliando-os a se autoafirmarem enquanto negros, possuidores de direitos e protagonistas de transformação da sociedade brasileira; o que ratifica a Comissão de Heteroidentificação como a porta de entrada para um mundo de redescobrimentos e (re)significação identitária dentro da universidade pública brasileira.
Abstract: This study analyzes the impact of the procedures for validation of self-declaration as black (black or brown-skinned people), carried out by the General Committee of Heteroidentification of the Federal University of Grande Dourados (UFGD), on the ethnic-racial identity of brown-skinned students entering the Medicine and Law courses, through the University Admission Exam (PSV/UFGD) and the Unified Selection System (SiSU/MEC), for the period 2019-2021. It was sought to identify the overcoming of challenges faced by black and brown-skinned students for their (re)signification as black people in front of the Committee and the consequent discovery of their black identity. The methodology adopted is based on a bibliographic review regarding the construction of ethnic-racial identity in terms of the theorization of Kabengele Munanga, Stuart Hall, Fantz Fanon, Homi Bhaha, Oracy Nogueira, and Neuza Santos Souza, as well as the reconstitution of existing research on affirmative actions for university access. As for the entry processes regulated at UFGD, institutional documents were analyzed, and interviews were conducted with members of the General Committee of Heteroidentification and students of the two courses mentioned above. Were also analyzed the challenges faced by the mentioned Committee to repress frauds in the PSV/UFGD and SiSU/MEC's racially-selected openings in the period mentioned earlier without incurring the risk of racialization. The main results showed that black and brown-skinned students in Medicine and Law courses are victims of racial prejudice, even though they are not very aware of their black identity until they validate their racial self-declaration. Among the conclusions, it is worth highlighting that one of the effects observed was the congruence of the control mechanism of affirmative action by the Committee as a means that favors the rediscovery of the black identity of black and brown-skinned people, helping them to self-declare as black people, holders of rights and protagonists of transformation of Brazilian society. That ratifies the Committee of Heteroidentification as the gateway to a world of rediscovery and identity (re)signification within the Brazilian public university.
Keywords: Negros - identidade racial
Blacks - race identity
Ações afirmativas
Affirmative actions
Heteroidentificação
Heteroidentification
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de pós-graduação em Sociologia
Citation: CAMPOS, Elizangela de Souza Bernardes. Das comissões de heteroidentificação às construções de identidades: uma análise sociológica da negritude (re)significada pelos alunos pardos dos cursos de Direito e Medicina da UFGD ingressantes pelo PSV e SiSU (2019-2021). 2022. 163 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS. 2022.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/5165
Issue Date: 30-Jun-2022
Appears in Collections:Mestrado em Sociologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ElizangeladeSouzaBernardesCampos.pdf3,78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.