Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/783
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Territórios de conflito: contribuição da Geografia para a questão da identidade territorial a partir das relações entre indígenas e fazendeiros na região de Dourados (MS)
Other Titles: Territories of conflict: Geography's contribution to the issue of territorial identity of the relations between Indians and farmers in the region of Dourados (MS)
metadata.dc.creator: Alonso Junior, José Lazaro
metadata.dc.contributor.advisor1: Nunes, Flaviana Gasparotti
metadata.dc.contributor.advisor2: Ferraz, Cláudio Benito Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação, visando contribuir com o enriquecimento da linguagem geográfica, discorre sobre o sentido de identidade territorial a partir dos conflitos entre indígenas e proprietários de terra no Mato Grosso do Sul. O objetivo desse trabalho consiste em compreender as formas com que os grupos envolvidos na defesa dos interesses dos proprietários e dos que defendem a causa indígena delineiam e vivenciam os processos de territorialização, desterritorialização e reterritorialização através de diferentes discursos que visam estabelecer as causas do conflito, assim como o entendimento das soluções para o mesmo. Para tal, analisaremos as reportagens da mídia impressa da região, no caso as do jornal O Progresso, e as entrevistas que realizamos com as lideranças políticas da cidade de Dourados, para averiguar em que esses discursos se aproximam e se chocam, revelam e escondem, simplificam e negam os aspectos complexos e dinâmicos que ajudam a melhor entender a questão. De forma geral, estabelecemos dois pólos discursivos, de um lado um grupo com forte apoio da mídia e vinculado aos interesses econômicos do mercado capitalista, querendo explorar economicamente as terras. De outro um grupo que defende a re/demarcação de terras para manter as condições de vida das sociedades indígenas. Estabeleceu-se, portanto, um conflito entre culturas que buscam formas antagônicas de identidade e de sobrevivência no mesmo lugar. Para não cairmos na reprodução de velhas posturas dicotomizadas, demonizando um grupo e infantilizando o outro, visamos ir além do entendimento da questão a partir da diferença e da identidade cultural, mas fazendo uso dos conceitos de “identidade territorial” e “outrem”, assim como da crítica a separação entre sujeito e objeto a partir dos estudos de Felix Guattari e Gilles Deleuze, buscamos apontar outra perspectiva da leitura geográfica sobre a questão.
Abstract: The present dissertation aims to contribute with a bigger knowledge of geographic language, discus about the means of territorial identity since conflicts between indigenous and land proprietary‟s of South Mato Grosso. The objective of this work is understand the wais with in groups evolved in defense of interest of the land proprietary´s, and groups in defense of the indigenous, live the territorial, de territorial and re territorial process, thru different speeches that search to establish the causes of conflict as how to find solutions for it. Like this, reportages of The Progress, a local paper, were analyzed as well interviews with political leaderships of the city of Dourados to see in which way this speeches get close or shock themselves, revel and hide, simplify and denied the complex and dynamic aspects that helps to a better comprehension of the matter. In a general way were establish two discursive fronts, one with a strong support of the midia and linked with economics interests of the capitalist market, that wanted to economic explored the lands. Of other side a group who defends the demarcation of the lands to maintain the conditions of live for the indigenous society. Then was established a conflict of cultures that search in antagonists ways of identity and survival in a same place. To do not fall in to old reproductions of dicotomizades postures condemning a group, and seeing as immature other, the search was to go beyond the understanding of the question parting of differences and cultural identity, but making use of concepts of “territorial identity”, and others, as how using a critic separation of sujets and objects from the studies of Felix Guattari and Gilles Deleuze, search to aim another perspective for the geographic reading of the matter.
Keywords: Povos indígenas - posse da terra
Indigenous peoples - Land tenure
Povos indígenas - identidade étnica
Indigenous peoples - Ethnic identity
Identidade cultural
Cultural identity
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal da Grande Dourados
metadata.dc.publisher.initials: UFGD
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de pós-graduação em Geografia
Citation: ALONSO JUNIOR, José Lazaro. Territórios de conflito: contribuição da Geografia para a questão da identidade territorial a partir das relações entre indígenas e fazendeiros na região de Dourados (MS). 2011. 146 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2011.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/handle/prefix/783
Issue Date: 30-May-2011
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JoseLazaroAlonsoJunior.pdf1,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.